Wednesday, January 09, 2013

...


Caduc (ando)
Improviso
Cá dum canto
Tanto espanto
No pranto que chega sem aviso
Vertigem sonora
Cisco
Instinto
Ex  tinto
O vinho que embriagava o vício
O cio que inundava os ri(s)os da viagem...
Em que via não vi
Meus passos se perderem de mim?
Onde estou agora
Que tudo evapora
Embaçando o espelho do tempo
(Onde o teu templo pintado no meu corpo
se apagou...)
Como reerguer um traço
Que feito traça
Corrói o orgasmo
Que ficou ali
Num desvio sinuoso do desejo
Sob a pele nua do amor... ?



No comments: