Wednesday, April 29, 2009

AbsorVer_TE



Ver-te
Sorver-te
Absorver-te

Absolver-me
De qualquer delito
Ver sol na noite contigo
Tropicalizar teus sonhos
Misturar meu verde ao teu castanho
Dissolver na tua a minha identidade
Digitais tatuadas na pele
Para não esquecer
Para te reter no meu prazer...

E nos teus olhos noturnos
Ouvir Chopin, olhando no fundo
Concerto de corpo e alma
Um doce prelúdio
Tua língua compondo
Acordes fluidos
Configurando os movimentos
Dos nossos corpos trêmulos
Até o encaixe perfeito de tudo...

Formatar nossos mundos
No infinito horizonte
Desfazer a ponte
Para não mais voltar...

Absorver-te
Sorver-te
Ver-te
De_lirar...

(Raiblue)


Absorvendo energias cósmicas ...

1 comment:

Jéfte Sinistro said...

Perfeito, Blue... Versos intensos, doces, delicados... Palavras que bordam imagens delirantes nos véus da alma. Fico sem fôlego e sem palavras para descrever a sensação de ler-te! Incrível, Blue... De uma maneira que só tu sabes compor!